Sejam Bem-Vindos ao nosso site! Temos como objetivo: divulgar as atividades desenvolvidas pela Arena Jov - Guerreiros, estedendo as células e a toda Igreja, mostrar quem somos, quais os nossos propósitos e, levar acima de tudo o Evangelho de Jesus Cristo a todos os povos e nações da Terra (Marcos 16:15). Convidamos você também, a fazer parte da nossa Igreja, da Família de Deus! Entre em contato, cadastre-se no site e fique atualizado, participe dos nossos projetos, envie pedidos de músicas, oração, mande recados, sugestões ou dúvidas que retornaremos em breve! "É em Cristo que descobrimos quem somos, e o propósito de nossa vida. Muito antes de termos ouvido falar de Deus [... ] ele já tinha seus olhos sobre nós, já havia planejado para nós uma vida gloriosa, parte do projeto global que ele está elaborando para tudo e para todos" (Efésios 1.11 - Msg). "... Jovens eu vos escrevo, porque tendes vencido o maligno... Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o maligno" (I João 2:13,14 ú.p). "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra" (II Crônicas 7:14). "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16). "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo"(II Coritios 5:17). "Tudo posso naquele que me fortalece" (Fil 4:13). "O Senhor é o meu Pastor; nada me faltará" (Salmos 23:1).

I Encontro de Levitas de Mato Grosso - SNT

Encontro com Deus - Revisão de Vida 17,18 e 19/10



Dia inesqucível na vida de cada jovem que foi nesta Revisão de vida, que eles permaneçam na fé, em nome de Jesus!

































Células de Multiplicação























Uma fase de perseguição


Uma fase de perseguição
No mundo de hoje é comum a decepção atingir em cheio nossas vidas. E a decepção maior é com as pessoas. Pessoas que disseram ser nossos amigos, mas que nos traíram. Pessoas que tanto nos falaram palavras doces e carinhosas, mas que depois nos encheram de mentiras.
Há pessoas que ficam desnorteadas quando são decepcionadas por aqueles que nos diziam amar.

Será que o cristão pode se recuperar de um baque como este, de ser traído, subjugado por palavras amargas, ferido por mentiras e fraudado em sua fidelidade?
A alma é nossa essência e ela se fere. Para os ferimentos da carne, os remédios medicinais. E para os da alma? Ao longo da minha vida cristã vi o quanto igrejas investem e se preocupam com a cura interior e com o sofrimento de seus membros. Campanhas intensas e imensas são feitas, pregadores internacionais, pastores com ministérios especiais e unções de cura e restauração! Um verdadeiro trabalho árduo feito para aliviar e sarar os cristãos machucados.

Infelizmente o cristão não está livre destes problemas, ou não pode impedir que eles ocorram. Teremos decepções e neste mundo teremos aflições. A diferença é que nós temos o Espírito Santo, temos os recursos espirituais ao nosso dispor, temos a Palavra de Deus. O mal perecerá por ele mesmo, aqueles que perseguem os ungidos sempre são esmagados! Os que buscam o mal dos filhos de Deus, sem causa, nunca prosperarão em seus intentos. Em vão se esforçam e nunca verão um cristão abatido sem ajuda!

Mas graça a Deus tudo passa. A dor passa, a tribulação passa, o choro passa e no dia seguinte vem a alegria.
A decepção e as palavras que ferem só são eficazes para os que não conhecem a Jesus. Porque para os cristãos tudo se faz novo!

Não posso crer que na esfera que cerca o filho de Deus, onde anjos poderosos habitam, possa prevalecer a perseguição sem causa, a dor e o sofrimento. E que dentro de corações lavados pelo sangue do Cordeiro haja uma mágoa que possa marcar negativamente a vida para sempre.
Tenho fé, no nome poderoso de Jesus, que está sobre todo o nome; acredito no auxílio do meu Deus, que é único e soberano. Vencer esta fase é uma questão de tempo.

Faz um milagre em mim - Regis Danese

Stallone volta às raízes cristãs


Religião Hoje
Stallone volta às raízes cristãs
O ator hollywoodiano Sylvester Stalonne anunciou que está de volta ao cristianismo. Nascido num lar cristão, o astro disse estar em uma das melhores fases da sua vida. “Quanto mais vou à igreja e me entrego ao processo de crer em Jesus, escutar a Palavra e dar espaço para que Ele me guie no que faço, mais sinto como se as pressões do mundo sumissem de cima de mim”, declarou o ator ao Boletim CitizenLink de Focus.

De acordo com Stallone, seu filme mais recente, "Rocky Balboa" – o último da série Rocky –, reflete sua convicção de que a vida é seguir a Cristo e enfrentar as batalhas com o Senhor, e não sozinho.

“É como se (Rocky) estivesse sendo escolhido, como se Jesus estivesse sobre ele, e como se ele fosse o cara que viveria sempre o exemplo de Cristo. Rocky, agora, é muito, muito perdoador. Não há amargura nele. Ele sempre vira a outra face. É como se sua vida inteira fosse servir”, disse o astro numa conferência com pastores e líderes religiosos no último ano.

Stallone contou que tinha conhecimento da Palavra de Deus, mas um dia se afastou. “Fui até onde consegui. Até que um dia, sabe, entrei no tão chamado mundo real e conheci a tentação. Praticamente me desviei do caminho e fiz uma porção de escolhas erradas”, lembrou.

O ator ressaltou ainda a importância de ir à igreja. “A igreja é a academia de ginástica da alma”, definiu.

Stallone, conhecido pelas séries “Rocky” e “Rambo”, contou que a história do personagem é diferente e inspirada em sua própria vida. No filme, Rocky lê a Bíblia antes de cada luta e dedica tempo à vida espiritual. “A maior parte dos meus filmes anteriores era cheia de sangue. Eles eram os resultados criativos de minha juventude, quando meu casamento não ia bem e me sentia seduzido pelas tentações de Hollywood”, confessou ao jornal San Francisco Chronicle.

O ator desenvolveu um kit de recursos grátis para líderes cristãos em parceria com Motive Entertainment. O kit inclui um guia (grátis por download) que trata de temas como coragem, fé, vitória e propósito. De acordo com o jornal Christian Examiner, o guia tem o objetivo de motivar pastores, líderes, jovens e pais.

Na primeira atuação de Stallone no filme "Rocky", em 1976, o ator foi premiado, recebendo o Oscar.

Obediência


Há decisões na nossa vida que necessitam de muito mais cuidado do que a gente pode imaginar. A decisão de perdoar, de iniciar uma nova caminhada, de largar vícios, deixar o pecado, de amar...

Tudo isso exige um esforço para se continuar! Talvez você tenha tomado uma decisão em um culto, em um retiro, na devocional, ouvindo uma música, ou andando na rua, e naquele momento aquela pareceu a decisão perfeita para situação... e era mesmo... Mas quando você se viu na realidade de ter que abandonar o que você fazia, ou de amar aquele que você não amava, então você percebeu quão séria foi sua decisão de mudar. Talvez pensou 'O que é que eu fiz?'.

Esse sentimento não pode prevalecer sobre você. Por isso persevere! A luta contra você mesmo é a pior. Mas você pode vencer, pois continuar vivendo no erro não pode se tornar a rotina, simplesmente pelo medo de enfrentar a si mesmo e ter que renunciar! Lute contra aquilo que está errado na sua vida, permaneça na escolha de obedecer e guardar os mandamentos de Deus! Sim! Foi essa a escolha que você fez! E por mais difícil que ela seja, por mais dolorosa, por mais que tenha que abrir mão de você mesmo, essa foi a MELHOR DECISÃO que tomou!

Deus está do seu lado, lembre-se disso! E Ele se agrada da sua obediência e PERSEVERANÇA! A obediência se aprende nas pequenas coisas. Muitas vezes nos desanimamos por não conseguir obedecer completamente em situações críticas.

Saiba disto: A obediência se aprende, e uma grande obediência é a soma de muitos pequenos atos de obediência. Treine, persista, permaneça no caminho do aprendizado e aprenda a obedecer nas pequenas coisas da vida. Certamente não faltarão recursos para ser fiel nas grandes.

Deus é contigo

Lazaro - O meu Mestre/Morar no céu

A Hora do Salvador - Voz da Verdade

Fernandinho - Nada Além da Chuva

Ministrando aos homens ou a Deus?


Louvor e Adoração
Ministrando aos homens ou a Deus?
As dificuldades que um dirigente de louvor confronta, enquanto está conduzindo o povo na adoração congregacional, são inúmeras. Dentre as mais corriqueiras e mais discutidas entre os líderes e dirigentes, está a excessiva preocupação com a aprovação e agrado dos homens no que diz respeito à sua performance. Na verdade, alguns expõem que a dificuldade está no fato de que nos prendemos demais naquilo que nossos olhos enxergam (o povo, o homem) e esquecemos de adorar “em espírito e em verdade” (ou seja, não dirigimos o louvor a Deus, mas ao povo).

Percebo que muitos dirigentes estão com o coração aflito por causa deste problema. Eles estão com a consciência pesada, pois sabem que durante o culto se esquecem (involuntariamente) daquele que deveria ser o centro de todas as atenções. Alguns já me confessaram totalmente contristados: “Irmão, me ajuda porque eu não consigo me concentrar em Deus, estou muito preocupado com as pessoas!”

Há algum tempo enfrentei este problema. Sentia-me culpado porque media o sucesso da minha direção na resposta, no “feedback” da igreja. Se eu percebia que o louvor estava fluindo e os irmãos estavam cantando conosco com toda a avidez, então concluía que Deus estava “aceitando” a adoração. Se nalgum dia a igreja não estivesse disposta a cantar, então era porque Deus não queria ser louvado, não era dia de louvor, ou seja, os ares espirituais estavam muito tenebrosos (que triste conclusão!).

É um erro pensar que as músicas que agradam as pessoas, são as mesmas músicas que agradam a Deus e são as mesmas que ele quer ouvir no mesmo momento em que as pessoas querem ouvir. Às vezes, pecamos ao pensar que Deus é apenas mais um na platéia, que a opinião de Deus tem o mesmo peso que a opinião do irmão “José”, por exemplo. A voz do povo não é a voz de Deus! O povo é o povo e Deus é Deus!

Muitas vezes já falei coisas durante o culto que desagradaram a homens, mas agradaram a Deus. Por outro lado, já falei palavras e cantei músicas para agradar a homens e acabei desagradando a Deus (e por isso me arrependo profundamente). Alguém poderia perguntar: “Então quer dizer que só tenho que cantar e ministrar palavras que desagradam os homens, para agradar a Deus?”. Naturalmente, não. Haverá momentos que o que Deus quer falar vai agradar aos homens, vai levar o povo à presença dele. E aí haverá a tão desejada fluência no louvor, porque a vontade de Deus vai ser valorizada, vai ter peso. Já foi dito: “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo.” (Gl. 1.10.)

O que quero trazer à luz neste artigo, é que os dirigentes de louvor devem estar mais preocupados com Deus e sua vontade do que com o que o povo vai pensar ou falar de sua performance. Assim os dirigentes podem ficar mais descansados e em paz, pois fazer a vontade de Deus é infinitamente melhor do que fazer a vontade dos homens. Prefiro ser avaliado e julgado por Deus a homens. Então, meu irmão, descanse em Deus e se preocupe em ministrar a ele. Deus é misericordioso, já o povo não tem piedade (Mc. 15.14). Procure agradar a Deus. Quanto aos homens... bem, prepare-se... algumas vezes haverá críticas, insatisfação, desagrados, julgamentos e condenações. Quanto a Deus... Ele estará sorrindo para você!

“Servindo de boa vontade, como ao Senhor e não como a homens.” (Ef. 6.7.)

No amor de Cristo,